A romântica cidade de Bled

Na minha viagem para a Eslovênia, fiz questão de alugar carro para poder passar quantos dias eu quisesse visitando esse país fantástico. Aluguei o carro na Áustria, fiz uma parada em Werfen para conhecer a famosa Eisriesenwelt, mais conhecida como a Maior Caverna de Gelo do Mundo e depois cheguei em Bovec, minha primeira parada eslovena.

A Eslovênia é maravilhosa, exuberante! Ainda conserva boa parte de sua floresta original, intocada, rios maravilhosos, paisagens de tirar o fôlego. Sabia que aqui 100% da água é potável? Isso significa que você pode pegar água de onde quiser e beber sem medo.

(In)felizmente, a Eslovênia ainda é pouco explorada por nós brasileiros, mas o país guarda uma das mais belas paisagens que já tive o prazer de apreciar. Com mais de 60% do seu território coberto por montanhas, lagos, rios, cachoeiras, cavernas e alpes, o país é um dos maiores tesouros europeus, em termos de natureza bem protegida e paisagens exuberantes. Dizem até que ainda existem ursos por lá, vocês acreditam?

camping bled TripBruta

Está procurando um camping? Esse é o lugar!

Bled é conhecida como a cidade mais romântica da Eslovênia. Situada a noroeste da Eslovênia e bem próximo ao maior lago esloveno, Bohinj, a cidade de Bled também abriga um dos lagos mais bonitos da vida, o Lago Bled (é mesmo muita criatividade, rs).

O cartão-postal da cidade, sem dúvidas é o Lago Bled. Pense num lago verde esmeralda, cercado por montanhas e uma floresta de pinheiros.  Ele está situado em uma região montanhosa onde, dependendo da época do ano, é possível ver vários acumulados de neve no cume dessas montanhas. Dá vontade de ir conhecer agora, né?

Além de ser o ponto turístico mais famoso da Eslovênia, ele é simplesmente um dos lagos mais bonitos que você verá na vida, não só pela cor de suas águas ou pela única ilha natural situada no meio do lago, mas por todo o conjunto que o cerca. No Lago Bled, o viajante pode alugar caiaques, barquinhos, SUP e afins ou simplesmente sentar em algum banquinho e apreciar a paisagem tomando um bom gelatto.

16112842_891209181020971_4119170031160126887_o-01.jpeg

Igreja localizada no meio do lago Bled

Igreja de Bled:

Para chegar até a ilha que fica bem no meio do lago Bled, basta pegar um barquinho em um dos vários pontos que existem em torno do lago. Mas é bom procurar isso assim que chegar em Bled, pois costuma demorar um certo tempo até o barquinho ficar cheio e, então, partirem. Os barquinhos não tem horário para sair, estão mais para aqueles trenzinhos de cidades mais rurais, onde é preciso esperar que haja lotação.

Como o lugar é bem pequenino, 1h é o suficiente para visitar a igreja, que é a única atração da ilha e também tirar inúmeras fotos. Isso quer dizer que pode visitar a igrejinha, descer e já ir direto para o barquinho esperar sua vez de embarcar. Enquanto isso, vá tirando todas as fotos que puder e quiser.

Sobre a igreja que fica na ilha, os visitantes costumam pagar uma pequena taxa para poder entrar nela, que também te dá o direito de tocar o sino. A cordinha que faz soar o sino vai estar em frente ao altar, então é só você ir lá, fazer um pedido e puxar a cordinha. Parece bobo, mas eu sou turista e adoro experimentar coisas novas.
Ao voltar, veja que há um camping próximo às margens do Rio. Eu recomendo, o local é muito bom. Você vai saber que é o camping quando olhar para a seguinte placa: “We do not remember days, we remember moments… Life is really simple, but we insisto n making it complicated…”. Ele é bem em conta e a vista é com certeza maravilhosa.

Ali ao lado existem algumas lojinhas de sorvete e uns restaurantes, mas quanto mais afastado do lado, mais barato fica. À esquerda do camping funciona algo como uma oficina de caça para turistas testarem suas habilidades com arco e flecha, é barato e muito divertido. Eu me senti a própria Xena caçando seu almoço.

Bled Castelo TripBruta

Vista sensacional do Castelo de Bled

Castelo de Bled:

Para quem está de carro, é só seguir as placas. Lá em cima tem um estacionamento grande e quando fui, não estava cheio. Para quem estiver a pé, é só ter fôlego para subir ou ter vindo de Liubliana em algum passeio pago.

A vista do castelo é simplesmente surreal! Dá para ver quilômetros de natureza praticamente intocada e montanhas que mais parecem que foram desenhadas a mão. Aprecie a vista por alguns minutos e pense no quão bela é a vida.

Para entrar no Castelo Bled, a taxa é de € 9,00 por adulto e ele está aberto de 08-18h no inverno e de 08h-20h no verão.

Outra coisa para se fazer no castelo é comprar souvenir, coisa que eu adoro. Normalmente compro patches para colocar no meu mochilão, mas nesse caso, minha atenção se voltou para o quão legal era ver um artesão forjando um dragão de ferro (animal que é retratado em estátuas por toda a Eslovênia). Isso mesmo, se transporta para uma era medieval, mentaliza um ferreiro forjando sua miniatura de dragão dentro de uma ferraria. Incrível!

Apesar de também haver um restaurante e uma loja de vinhos, não tive coragem de ver quanto custavam, até porque eu tinha acabado de comer. De qualquer forma, a Eslovênia não é um país caro, muito pelo contrário, então creio que valha a pena comer por lá admirando a paisagem.

lago Bled TripBruta

O lago é verde esmeralda mesmo! E quanto mais escuro, mais fundo.

Como chegar:

A cidade de Bled fica a 56km da capital Liubliana e, caso não esteja de carro e queira visitar o lago Bled, saem vários tipos de passeios da capital e estes costumam durar o dia inteiro.

De carro e saindo de Liubliana é bem rapidinho, em 40 minutos você chega. Caso prefira ir de trem, aconselho a ir para a estação de trem principal em Liubliana, que fica na Trg Osvobodilne fronte 6 e se informar melhor sobre o melhor trem a pegar. Isso é porque existem duas estações ali perto e dependendo de onde você queira ir, uma será melhor que a outra.

lago Bled TripBruta.

Mesmo nublado, o lago não perde seu charme

Melhor época para ir:

Todas. A Eslovênia tem ótimas opções de atividades durante todo o ano, mas eu amei ter ido no verão, já que dava para fazer escalada, arvorismo, andar de caiaque, tomar banho no lago, fazer rafting… coisas que só quando as temperaturas estão mais altas mesmo.

Me disseram que a estação que mais faz sucesso é o outono, pois a natureza dá um show de cores. Essa é época, juntamente com o verão, são quando as pousadas estão quase sem vagas e daí surge uma outra opção de hospedagem que parece muito com o airbnb. Os moradores locais costumam alugar o último andar de suas casas para viajantes que pretendem ficar mais de um dia na região e isso é ótimo quando não achamos nada nos sites de hospedagem.

Vale a pena não só visitar Bled, mas Bohinj e a Cachoeira Savica, que ficam bem próximos de carro. Inclusive meu conselho é você tirar uns bons dias para conhecer todo o espetáculo da natureza que é esse paraíso ainda não descoberto na Europa.

 

Anúncios