Um pouco sobre o Kosovo

O Kosovo é um país de reconhecimento limitado, localizado nos Bálcãs, região da antiga Iugoslávia e, portanto, palco de muitas guerras. Suas duas principais cidades são Pristina, a capital e Prizren, que foi uma das menos atingidas durante as guerras.

A maior parte da população kosovar é de origem albanesa, com uma minoria sérvia (em torno de 5%). A moeda oficial é o euro e o território do Kosovo detém apenas um Parque Nacional, que encontra-se ao longo da fronteira com a Macedônia, nas Montanhas Char.

euro-1166051

Euro, moeda oficial

O dialeto mais usado no país é o albanês gheg, porém, de acordo com o esboço da constituição do Kosovo, as línguas oficiais são o albanês padrão e o sérvio. O turco também é muito falado ao longo de todo o território e o inglês… Bom, o inglês é dificilmente falado, mesmo em hotéis.

O país declarou sua independência de forma unilateral da Sérvia em 2008, mas só 111 países de 193 membros da ONU reconhecem sua independência. Dentre os países que não reconhecem o Kosovo como independente, estão: Sérvia, Rússia, Espanha, Angola, Moçambique e Brasil, o que quer dizer que não há embaixada brasileira no país.

Caso haja algum incidente com algum cidadão brasileiro no Kosovo, este não terá apoio do Brasil e é por este motivo que o governo brasileiro não indica a visitação/turismo neste país.

Ainda por conta desse embate entre Sérvia e Kosovo, há de se visitar primeiro a Sérvia e depois o Kosovo, caso não queira ter problemas durante a imigração na Sérvia e, de preferência, intercalar a visita entre ambos com algum outro país.

Kosovo

Bandeira do Kosovo

Possíveis problemas na imigração:

  1. Ir ao Kosovo, receber o carimbo no passaporte e de lá pegar algum transporte (ou ir de carro) até a Sérvia: você pode ser acusado de ter cruzado a fronteira da Sérvia de forma ilegal, afinal a Sérvia entende que o Kosovo ainda é parte de seu território.
  2. Ir ao Kosovo, passar em outro país e depois ir à Sérvia, achando que não vão notar o carimbo kosovar. Poderão acusar-te igualmente de ter cruzado a fronteira da Sérvia de forma ilegal. Inclusive a primeira coisa que fizeram ao olhar meu passaporte foi procurar se havia um carimbo do Kosovo e, como não encontraram, perguntaram se eu já havia ido ao Kosovo e eu respondi que não.

Se ocorrer algumas das duas situações e, pelo fato de o Brasil não reconhecer o Kosovo como país independente, há de se lembrar que não haverá suporte pela embaixada. Então o melhor mesmo é primeiro ir a Sérvia, intercalar com outro país (eu intercalei com a Macedônia) e depois ir ao Kosovo.

Mapa TripBruta

Um pouco do porquê o blog se chamar TripBruta

Meu roteiro desta trip:

Alemanha -> Macedônia -> Grécia -> Bulgária -> Sérvia -> Macedônia -> Kosovo -> Albânia -> Montenegro -> Croácia -> Bósnia e Herzegovina -> Croácia -> Alemanha.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s