Oía, Santorini

Sabe quando você pensa em Grécia e vem logo à sua mente aquela imagem de ilha paradisíaca com um mar azul turquesa e um local cheio de casinhas brancas como em uma das novelas da TV Globo? Então, provavelmente você está imaginando Oía (se pronuncia “Ía”), em Santorini.

Um dos pontos altos de uma viagem à Grécia é o seu famoso por do sol, na Villa de Oía, em Santorini. Por muitos anos seguidos, a cidade ganhou o título de “por do sol mais bonito do mundo” e, por conta disso, todas as tardes, uma multidão se reúne a beira mar para apreciar o majestoso evento. Aconselho não chegar muito próximo da hora do por do sol, pois é provável que fique sem um bom ângulo para fotografar (e se for entre os meses de julho e agosto, talvez não tenha nem espaço para andar).

Oia (11)

Reparem no mar azul (sem filtro!)

Santorini é, na verdade, é um complexo de ilhas: Thíra, Thirassiá, Asproníssi, Palea e Nea Kaméni e o mais interessante da viagem foi saber que esse complexo ainda faz parte de um vulcão ativo! Por este motivo, existem inúmeros passeios que tem como destino águas termais.

Gostaria de ter me hospedado na Villa de Oía, porém como ainda não tenho dinheiro o suficiente (ou parcerias), optei pelo melhor custo-benefício e reservei um hotel em Fira, capital de Santorini. A capital tem restaurantes com um ótimo custo-benefício, é bonita e tem pontos de ônibus que percorrem quase que toda a ilha, o que é ótimo para quem optar por andar de transporte público.

Oia (2)

Vista para o mar Egeu

Durante as minhas pesquisas e o tempo que passei na ilha, descobri que TUDO em Oía pode ser até 5x mais caro do que nas demais cidades, como por exemplo, uma garrafa d’água, que comprei por 1,50€ em Fira e me recusei a pagar 5,50€ em Oía. Ou cerveja, que custa 2,50€ na capital e no mínimo 6€ quando você estiver admirando o mar Egeu.

Oia (12)

Santorini é sem dúvidas um dos locais mais lindos de toda a Grécia!

Há uns 10 anos, Santorini virou rota de inúmeros cruzeiros e, por conta disto, as pequenas ruelas do centro de Oía ficam lotadas durante a parte da tarde, o que faz com que os melhores horários para visitar esta parte da ilha sejam de manhã antes dos cruzeiros aportarem ou a noite, quando todos já tiverem ido embora.

De qualquer forma, se você tiver hospedado em Oía ou insistir em visitar esta parte norte da ilha à tarde, vou te contar um segredinho. Em meio a tanta confusão de turistas, predominantemente entre a pracinha onde os ônibus estacionam e o Castelo Antigo, onde há um mirante, existe um local quase que secreto, onde eu só vi umas cinco pessoas quando fui. Fica na baía de Amoudi.

Essa baía fica em um porto à beira de um mar absurdamente cristalino! E adivinhem só o motivo para tanta tranquilidade: apenas 250 enormes e muito inclinados degraus que separam Amoudi do centro de Oía.

Importante: Aconselho subir a pé, mas tem a opção de pagar 4€ para subir em cima de um burro, só que acho um pecado com o bichinho. Então me deixem orgulhosa da humanidade e subam a pé! Só cuidado com as fezes dos burros que estarão pelo caminho dando mais emoção a sua subida.

Oia (9)

O contraste do branco com o azul é o cartão postal da cidade.

Ao chegar lá em cima, não pense que acabou, pois ainda falta um pouco para vislumbrar Oía pelo melhor ângulo possível! Vá para a esquerda por um lugar mais estreitinho até encontrar uma placa muito amigável que diz: “Cuidado! Risco de desabamento”.

Então, de fato não é o lugar mais seguro do mundo, mas tinha gente indo e eu fui atrás. Ao chegar num murinho, vi as pessoas saltando e nadando em direção a uma pequena ilha na frente e claro, como ninguém tinha se machucado, resolvi fazer igual (sim, sou medrosa, tenho um medo de altura indescritível e eu preciso ver alguém indo na frente haha).

Ao chegar à ilhota, olhei em direção a Oía e tive uma das vistas mais bonitas da Grécia (e de toda a minha vida)! Sim, Oía é PARADISÍACA!!

Oia (7)

Pensa só estar em um lugar desses agora

Como chegar:

Eu parti de Atenas e optei por ir de avião, visto que demorava 40 minutos até Santorini e eu não teria mais que quatro dias na ilha. Há também a opção de ferry boat, que até é mais barata, porém a viagem dura entre 5-8 horas, o que para mim não compensava por conta do pouco tempo que teria para conhecer tudo.

Onde se hospedar:

Depende de quanto estiver disposto a pagar. Oía é com certeza um dos lugares mais caros de toda a Grécia e uma diária de hotel para casal em frente ao mar Egeu custa, sem muita dificuldade, mais de 2000 reais.

Em contrapartida, é 5x mais barato comer e se hospedar em Thira (ou Fira), capital da ilha. Claro que a vista e as casinhas não chegam aos pés de Oía, mas o custo benefício é muito maior. Além do mais, basta pegar um ônibus (ou alugar carro/quadriciclo), que logo estará na vila.

Oia (14)

Me hospedar em Oía é um sonho!

Melhor época do ano para ir a Santorini:

Na minha humilde opinião, a melhor época é a primavera, pois os meses de maio e junho, a temperatura já está relativamente quente (para uma boa carioca) e não estará abarrotado de pessoas como nos meses de férias de verão (julho e agosto).

Oia (3)

E finalmente, o por do sol mais bonito do mundo!

Locomoção dentro da ilha de Santorini:

Você pode optar por se locomover de ônibus, táxi, carro ou quadriciclo. Eu optei pelo último e me achei bem aventureira. Inclusive saiu mais barato e pude conhecer partes da ilha que provavelmente deixaria de ter ido se ficasse dependendo dos horários dos ônibus.

Mesmo assim, se você optar por andar de transporte público, saiba que existe a rota Fira-Oía e, do ponto final em Fira até a parte norte da ilha onde fica localizada Oía, demora em média uns 25 minutos. É bom pegar o folheto de horários dos ônibus ou baixar o aplicativo no celular para não perder o horário do por do sol. O valor dos ônibus, se não me engano, é de €1,80.

Oía e toda a Santorini deixaram saudades, espero poder voltar em breve!

 

Para mais informações: www.instagram.com/tripbruta

Anúncios

18 comentários sobre “Oía, Santorini

  1. Esse lugar é muito lindo. Tenho certeza que passaria momentos muitos agradáveis e tranquilos, ainda mais com essa vista par ao mar. Parece uma tela com uma pintura. Essas construções a beira do mar me lembrou muito o filme “Mamma Mia”. Irei me informar mais desse belo local e quem sabe não irei conhecê-lo um dia.

    Curtir

  2. Que tem a oportunidade de visitar um local lindo desses pode se sentir privilegiado. Que mar é esse, simplesmente incrível! Santorini é um espetáculo e Oía um pedacinho do paraíso. Gostaria muito de visitar a Grécia um dia, seria um sonho realizado 💙

    Curtir

  3. Olá, tudo bem?

    Uau, parece uma daquelas viagens dos sonhos. Confesso que conhecia muito pouco de Santorini (e muito pouco, lê-se nada). Não fazia ideia de que se dividia em ilhas. Creio que você realmente fez o certo se hospedando em Fira, pois o custo-benefício foi bem melhor. Fiquei chocada com o valor triplo das coisas cobradas em Oía. Agora, a vista de Oía é realmente uma coisa de outro mundo. Tenho visto muitos famosos indo para lá e as fotos são incríveis, assim como o pôr-do-sol que você citou. As fotos que você mostrou também comprovam este fato. Estou encantada com esse post e com tudo que narrou. Espero que um dia possa ir e se hospedar em Oía (com ótimas parcerias, é claro).

    Beijos!

    Curtir

    • Foi uma das minhas viagens do sonho mesmo, muito especial! ❤
      Oía é realmente muito cara, mas muitos dizem que vale o preço, então eu aceito… Quem sabe um dia eu possa (e queira) pagar haha
      Obrigadaaaa! ❤
      Espero que nós duas possamos!
      Bjss

      Curtir

  4. Olá,

    Santorini é um dos lugares que tenho na minha lista, pra visitar antes de morrer.
    Que viagem, que lugar lindo! Deve ser indescritível estar em um lugar como esse, ver esse mar e o por do sol.
    Sorte a sua.
    Adorei a dica de não utilizar os burros na subida, uma judiação.

    Parabéns pela matéria
    Bjs

    Curtir

  5. Olá
    Santorini é realmente um lugar paradisíaco, é muito lindo em termos naturais e uma maravilha em termos históricos e geológicos, alguns pesquisadores dizem que ali pode ter sido a Atlântida que o vulcão afundou.
    Nossas esses lugares que são balneários são muito caros né?

    Curtir

  6. Quando ouço esse nome “Santorini” a primeira coisa que me vem à mente é o concerto que o músico Yanni realizou nessa cidade, simplesmente prefeito quanto a beleza do lugar. A Grécia possui características próprias, marcantes, regionais que por essa razão não se encontra em outros cantos do mundo, só conhecendo pra entender a sensação dessa beleza e da quebra de um prato de propósito… rs!

    Curtir

  7. Ameeeii conhecer um pouquinho de Oía, Santorini, através do seu post. Por enquanto, é a única maneira que tenho mesmo de conhecer esse lugar maravilhoso e já sei até o melhor lugar para me hospedar e atrações principais de lá… hehe
    Deve ser maravilhoso ver o pôr do sol desta vista… só fiquei com um pouquinho de medo do fato de ter um VULCÃO ATIVO, pela altura do lugar e pelos riscos de desabamento também ‘-‘. Mas o restante parece compensar bastante, né? Adorei seu post! ❤

    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s